Liubov Popova

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nasceu em 1889, em Ivanovsloe, Rússia, e faleceu em 1924 em Moscou

Liubov Popova foi uma figura proeminente nas vanguardas artísticas da Rússia, participando ativamente de movimentos como o futurismo, suprematismo e construtivismo.  Nascida em uma família rica de marchands, Popova provavelmente cresceu rodeada por arte. Ela estudou no colégio Yaltinskaia para meninas, até que sua família se mudou em 1906 para Moscou, onde estudou no colégio Arsenieva e, posteriormente, em estúdios de pintores impressionistas como Stanislov Zhukovski e Konstantin Yuon.

A artista viajou pela Rússia e até Itália encontrando trabalhos que apreciava, como os do pintor simbolista Mikhail Vrubel e do renassentista Giotto. Em 1912, abriu um estúdio com Liudmila Prudkovskaia, Nadezhda Udaltsova e Versa Pestel, momento em que sua carreira começou a deslanchar.  Depois integrou outros estúdios, estudou com cubistas em Paris e participou de importantes exposições ao lado de Nadezhda Udaltsova, Kazimir Malevich, Olga Rozanova, Pablo Picasso, Georges Braque, Alexandra Exter, entre outros/as artistas.

Entre 1916 e 1918, a artista desenvolveu o que chamava de composições Pinturamente Arquitetônicas [Painterly Architectonic], com formas e cores que criam a ilusão de volume, distanciando-se um pouco das questões estéticas e filosóficas do suprematismo, embora bastante influenciada por essa linha.

Popova defendeu a união entre arte e vida, atuou no desenvolvimento da teoria construtivista, e, seguindo essa filosofia, trabalhou com cenografia e figurinos para teatro e com designs de roupas e tecidos para serem usados pelas massas.

 Olhando as pinturas da artista mais ligadas ao suprematismo (como a que está ao lado), mesmo quando ela trabalha quase que unicamente com retas pretas, pode-se perceber o elemento da profundidade de forma marcante. O volume – esse trabalho com diversos planos que dão uma profundidade as vezes confusa, uma profundidade de certa forma cubista – se relaciona diretamente com seu trabalho posterior com cenários e figurinos, afinal que melhor forma de desenhar e pintar no espaço? E mais, que melhor forma de trabalhar com essas questões e ainda integrar a arte com a vida da população?

A arte russa, apesar de não ser comumente estudada nas escolas, nos é um pouco familiar, principalmente por meio dos movimentos citados e pelos nomes de Malevich e kandinsky. Contudo, existe uma série de outras/os artistas de mesma origem que merecem nossa atenção, dentre os quais figura Liubov Popova e sua breve porém importante contribuição para a arte.

Tauana M.

Fontes:
Contemporary Women Artists. St. James Press, 1999.
Museu Guggenheim (em inglês)

links:
[português] http://arquitetandoblog.wordpress.com/2009/04/08/cubo-futurismo-e-suprematismo-liubov-popova-e-kazimir-malevich/
[português] http://industrias-culturais.hypotheses.org/7583
[português] Arte de vanguarda nos anos 20
[inglês] http://tars.rollins.edu/Foreign_Lang/Russian/popova.html
[inglês] http://www.tate.org.uk/modern/exhibitions/rodchenkopopova/roomguide/room1.shtm

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s