Entrevista com Kátia Maciel e André Parente sobre a videoartista Letícia Parente

Entrevista com Kátia Maciel e André Parente, curadorxs das recentes exposições em Salvador, Rio de Janeiro e Fortaleza sobre a videoartista Letícia Parente.
Parte 1

Parte 2

Letícia Parente: breve relato da palestra com curadorxs das exposições em cartaz no país

A artista trabalhou com arte postal, arte xerox, videoarte, performance, instalação, pintura, gravura e desenho.

Kátia Maciel e André Parente, ambos docentes da UFRJ, realizaram as curadorias das três exposições sobre a artista em Fortaleza, Salvador e Rio de Janeiro (essas últimas já abertas), onde a artista residiu. Para comentar sobre a sua obra participaram de uma conversa com o público no dia 26 de julho no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA).

Nessa palestra André Parente afirmou que ele e Kátia Maciel conceberam as três exposições em distintas cidades como sendo uma exposição em três etapas, e que consideram Salvador como a cidade mais importante. É a primeira vez que as obras de Letícia são expostas em sua terra natal, Salvador.

André Parente, é filho de Letícia e colaborou com ela em algumas videoartes. Ele declarou – arrancando risos do auditório – que costuma se referir à sua mãe apenas como Letícia, pelo fato de que iria soar esquisito comentar a obra da artista chamando-a de mamãe.

Videoarte Marca Registrada (1975).

André pontou a influência de Foucault na obra de Letícia relatando que ela se aprofundou na obra do filósofo e  relacionando o conceito de “arqueologia do cotidiano”, desenvolvido pela artista, com os conceitos foucaultianos de arqueologia das práticas, completando que a exposição Medidas (1976) de Letícia surgiu sob uma profunda influência foucaultiana.

A respeito da obra da artista, André pontua em texto curatorial “[…] a utilização do corpo como forma na obra de Letícia Parente não retrata um corpo em particular; na verdade, pretende-se escapar da especificidade deste corpo e constituir um modo de ver que despersonifica o gesto cotidiano ao incluí-lo em um repertório de ações que se repetem.”

Exposições:

Letícia Parente

Local: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA).

Visitação: 26 de julho a 04 de setembro.

Letícia Parente

Local: Espaço Oi Futuro –  Flamengo, Rio de Janeiro.

Visitação: De 12 de julho a 04 de setembro

+ infos.:

http://www.mam.ba.gov.br/exposicao-detalhe.asp?conId=433

http://leticiaparente.net